H A R E K R I S H N A

Carregando...

Variante Ômícron do Coronavírus atinge templos da ISKCON

COVID-19

Por Kalyana Giriraj Das | ISKCON News

Jan 08, 2022

Os templos ao redor do mundo foram recentemente atingidos pela onda da nova variante do Coronavírus que causa a COVID-19, a variante Ômícron, assim como o mundo todo. Muitos devotos foram infectados, incluindo gurus da ISKCON (Indradyumna Swami, Hanumat Presaka Swami), bem como Hrdaya Caitanya, membro do GBC e codiretor da ISKCON Mayapur.

Em muitos templos quase todos os devotos estão em quarentena e os padrões de adoração das deidades foram reduzidos. Em Villa Vrindavana, na Itália, um único pujari tem que lidar com todo o seva no momento. No meio dessa nova onda, a ISKCON Dwarka em Delhi e a ISKCON Juhu em Mumbai, por exemplo, estão distribuindo e entregando refeições gratuitas para as pessoas acometidas pela COVID-19.

Em todo o mundo o número de infecções com a variante Ômícron está aumentando drasticamente – 60% de aumento no número de casos têm sido relatados semanalmente. Os países particularmente atingidos são a Índia com crescimento de 520%, a Austrália com 225%, o Brasil com 187%, o México com um aumento de 229%, da mesma forma as Filipinas com alta de 1.024% nos casos. Nos Estados Unidos, os contágios também estão em alta com um aumento de 64% em relação à semana anterior.

Na Europa, o número de contágios está crescendo e muitos templos da ISKCON são afetados.

Bhaktivedanta Manor, o maior templo da ISKCON do Reino Unido, está atualmente funcionando como de costume, escreve Radhamohan, da equipe de comunicação de lá. Há contágios na comunidade ao redor do templo. De acordo com as últimas diretrizes do governo, o uso de máscaras faciais agora é obrigatório em todos os espaços internos e isso se aplica em todos os espaços internos nas instalações de Bhaktivedanta Manor.

A maioria dos devotos da Villa Vrindavana (Itália) estão positivos e felizmente os sintomas são leves. Esta Ômícron é muito contagiosa. O problema é que temos que ficar em quarentena e apenas dois devotos podem cuidar das deidades. Todos os padrões foram drasticamente reduzidos

Parabhakti Das, presidente do templo da Villa Vrindavana na Toscana, Itália, nos diz:

Até agora, nunca houve problemas em Villa Vrindavana, em parte por causa dos altos padrões de prevenção que ali se seguiram. Devido às recentes infecções, o templo ficará fechado por pelo menos 10 dias porque os devotos que moram fora não podem vir oferecer seus serviços

No Bhaktivedanta College, em Durbuy, na região rural das Ardenas (Bélgica), os devotos afirmam que a nova onda da Ômícron levará a um aumento das infecções na área. A própria faculdade oferece seus estudos e cursos principalmente online, por isso o serviço ainda não foi restringido.

Estados Unidos
No Templo de Baltimore, uma dúzia de devotos adoeceu nas últimas duas semanas. Três deles tiveram que ser levados para o hospital em uma ambulância, mas todos agora estão se sentindo melhor.

Em Chicago, muitos pujaris testaram positivo e o templo precisou reduzir temporariamente alguns padrões de adoração das deidades porque não havia pujaris saudáveis suficientes disponíveis.

Na cidade do Kansas, vários devotos ficaram doentes recentemente com COVID-19 e o templo ficou fechado por algum tempo.

África
Em Lusaka, Zâmbia, a programação do Sunday Love Festival não é realizada há quase dois anos. Os devotos reiniciaram o programa em novembro e dezembro de 2021, mas tiveram que descontinuá-lo novamente devido à recente disseminação da Ômícron.

Desde a recente aparição de COVID-19 em Botsuana, em dezembro de 2021, programas comunitários no templo na capital Gaborone, como o programa dominical, foram suspensos novamente. No entanto, os programas de domingo online continuarão.

Índia
Em Mumbai, como em Delhi, os casos de COVID-19 estão aumentando exponencialmente. A ISKCON Juhu está tomando precauções de segurança no salão do templo, no departamento das deidades e no ashram. Atualmente, nenhum devoto foi infectado. Em Mayapur, o número de devotos que sofrem de COVID-19 subiu para 38.

A ISKCON Chowpatty restringiu os horários de Darshan e está tomando as medidas de segurança necessárias.

A ISKCON Mira Road, bem como a ISKCON Kharghar, também estão tomando as medidas de segurança necessárias.
Em geral, o Ministério da Deidade aconselhou a todos os templos, se necessário, reduzir seus padrões durante o tempo em que houver escassez de pujaris saudáveis. Em todos os templos da ISKCON muitas conexões com os devotos nas comunidades foram perdidas durante a pandemia que já dura quase dois anos. Grande parte da comunidade depende de programas e reuniões presenciais, kirtan, e tomar prasadam juntos.

“A plataforma online realmente não pegou em nossa comunidade”, disse uma das notas da ISKCON News. Para todos na ISKCON, um desafio particular é manter os serviços nos templos, manter contato com os membros da comunidade e cuidar da saúde de todos.

Distribuição de alimentos para quem está acometido pela COVID-19

Em meio à pandemia, a ISKCON Dwarka em Dehli (Índia), lançou mais uma vez a iniciativa sagrada de entrega de refeições aos pacientes com COVID-19. Da mesma forma, este serviço está sendo oferecido pela ISKCON Juhu em Mumbai. Essas iniciativas são ações de caridade e um raio de esperança para muitos nestes tempos sombrios.

Queremos continuar informando sobre o impacto que a pandemia da COVID-19 está tendo em nossos templos e nos projetos ao redor do mundo. Mantenha-nos atualizados.

Essas três situações, em particular, são importantes para todos os devotos:

  1. Condições atuais em relação ao bem-estar geral dos moradores do templo e comunidades.
  2. Condições atuais de adoração à deidade, ou seja, se um padrão reduzido foi adotado
  3. Houve alguma mudança significativa nos últimos 10 dias?

Fonte: ISKCON News | Omicron Variant of Corona Virus Hits ISKCON Temples | ISKCON News